terça-feira, 1 de outubro de 2013

Tricotilomania na Gravidez


Por aqui vive-se uma fase familiar próspera, pois vem gente nova a caminho!
É verdade amigos, estou de bebé de 4 meses!

A gravidez é uma benção na vida de qualquer mulher e qualquer casal. No entanto, mesmo rodeada de gente que me ajuda, tenho os meus momentos de medo e insegurança...e isto é terrível para a tricotilomania!

A ansiedade tem andado disparada e custa-me muito adormecer! Porquê não sei...mas só sei que há dias em que só me consigo acalmar se arrancar alguns fios! Evito ao máximo arrancar no topo da cabeça, pois já está num estado lastimável, mas o que é facto é que é mesmo aí que me apetece arrancar! Parece que sinto formigas a passear pela cabeça! Horrível...!! Também sentem isto?

Já li relatos de mães que perceberam que os seus filhos também já mostram prazer em mexer nos cabelos. Arrepio-me só de pensar nisso, mas  por outro lado fico descansada pelo facto de me conseguir conter quando estou junto de outras pessoas!!

Dúvidas, dúvidas, dúvidas e mais dúvidas...
Estou numa fase nova e, como tal a ansiedade manifesta-se da pior forma, mas vou lutar com todas as minhas forças para voltar a ter o meu cabelão e para me livrar dos ganchos e dos travessões!

Muita força a todos, pois o Outono mexe sempre um pouquinho com o sistema nervoso das pessoas mais sensíveis.
Obrigada por estarem aí e partilharem este espaço comigo*

3 comentários:

Inês A. disse...

Que notícia boooooa! Parabéns!!! :) Fico muito feliz por ti!!!!

Nunca tinha pensado nisso, mas é verdade! O outono é terrível para a trico. Será a falta de sol? é sazonal isto? Também sinto as formigas quando estou mais nervosa e o couro cabeludo a pulsar... é o corpo a pedir o vício. Fases de insegurança são as piores, tenho a certeza que é o que me descontrola, sentir a falta de controlo e medo. Vim buscar forças ao teu blog para parar porque estive quase um ano sem sequer me lembrar do vício. Estava com um cabelo lindo outra vez.

Nós conseguimos, somos mais fortes que isto :) Visualiza o teu cabelo lindo numa foto de família com o teu bebé! Eu acredito que vais conseguir e eu também. Força e beijinhos!... E Parabéns!!!!

Diário de uma Tricotilomaníaca disse...

Parabéns Xana!! esta é uma fase especial na vida de uma Mulher, fique tranquila, pense no seu bebê quando vier a vontade de arrancar, procure uma orientação para que a ansiedade da gravidez não faça você arrancar mais fios! também sinto essa sensação de formigas andando na minha cabeça e aí que dá mais vontade de puxar os fios...Força Xana, estou com você nesta luta, mesmo estando em outro país, lembre-se de que nossa força de vontade é tudo! Beijos.

Anónimo disse...

Por favor, escreva com mais frequência. Descobri esse blog, que é um dos poucos que existem sobre o tema, e preciso dessa troca para não sofrer ainda mais com a vontade de arrancar os cabelos.
Pesquisei muito sobre uma particularidade da minha doença, mas não achei nada em lugar nenhum. É o seguinte: eu não arranco os cabelos diretamente da raiz, mas eu faço nós na ponta dos fios, vou embolando esses nós, amarrando uns aos outros, e depois os arranco. Acontece que como fico futricando muito na ponta dos cabelos, acabo por arrancar tufos da raiz quando vou desfazer esses nós. Minha casa fica cheia de bolinhas de cabelo pelo chão. Quando prendo o cabelo, na altura da nuca fica muitos fios mais curtos, como se eu tivesse rapado em algum momento passado, e preciso ficar justificando para as pessoas que na verdade são "cabelinhos novos".
Mas agora tem piorado, tenho começado a sentir as coceiras no couro cabeludo e tenho medo de começar a arrancar diretamente da raiz.
Se alguém passa por algo parecido como eu, por favor, manifeste-se para que possamos trocar conversas e se ajudar mutuamente.